(088) 9.8119 - 3202

Adicione O Nosso WhatsApp

Cadastre-se Abaixo e Receba Nossas Notícias em Seu Email

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Mais de 100 cristãos são submetidos a “lavagem cerebral” em campos comunistas da China

Posted by   on Pinterest

Membros de várias igrejas foram enviados para os campos de "reeducação" sem saber quando voltam. (Foto: Reprodução).
Os cristãos foram levados para campos de 'reeducação', onde são ensinados a serem leais à ideologia comunista.
Mais de 100 cristãos foram enviados para campos de "reeducação" na região de Uyghur do noroeste da China, nos últimos meses. As informações são do World Watch Monitor. Nesses campos, também conhecidos como "centros de estudo" ou "centros de transformação mental", ensinam-se a ser leais à ideologia comunista.
A maioria dos cristãos que foram detidos moravam em um lugar onde há muitos membros da etnia Uyghur, que por sua vez são de formação muçulmana. Nos últimos anos, os moradores dessa localidade foram os principais alvos da campanha "anti-terrorista" do governo, visando reprimir grupos que condiziam com outras ideias que não fossem da linha comunista.
Aqueles que se converteram ao cristianismo também foram apanhados na repressão.
Uma fonte disse ao World Watch Monitor que os membros de sua igreja foram enviados para um desses campos sem saber quando voltariam. Alguns permaneceram lá por um mês, outros por meio ano ou até mais, disse a fonte. As famílias cristãs foram separadas, pois os pais eram levados para a "reeducação".
Uma mulher, casada com um líder de uma comunidade com muitos cristãos de origem muçulmana, disse ao World Watch Monitor: "Não sei onde está meu marido agora, mas acredito que Deus ainda o usa nas prisões ou nos campos. Às vezes, fico preocupada que ele não tenha roupas suficientes para se aquecer na prisão", ressalta.
"Eu tenho medo que isso também afete meus filhos", disse outra mulher cujo marido foi levado para reeducação e que agora presta apoio a outras mulheres em sua situação. "O professor da escola está ajudando meus filhos depois que as autoridades disseram à escola sobre o meu marido", acrescentou.
Área mais controlada do mundo
Xinjiang é agora a área mais intensamente vigiada no mundo, de acordo com um relatório do Wall Street Journal. "Há carros blindados na rua, estações de polícia em todos os cantos e toneladas de câmeras de vigilância", informou.
Os cristãos sofrem forte repressão por discordarem das autoridades. Por isso, muitos são presos ou acabam sendo enviados forçadamente para os campos de "reeducação".

Nenhum comentário:
Write comentários

Olá, 'Muito Obrigado por visitar o nosso Site. 'Deus te Abençoe ! - E Volte Sempre !
Cadastre-se