terça-feira, 24 de maio de 2016

Rede social negou qualquer evidência de um “viés político sistemático” na seleção ou proeminência das notícias incluídas no seu recurso Trending Topics.
O Facebook negou nesta segunda-feira, 23/05, qualquer evidência de “viés político sistemático” na seleção ou proeminência das notícias incluídas no seu recurso Trending Topics, mas prometeu mudanças nos seus processos, de qualquer forma. A intenção é minimizar possíveis erros de julgamento por parte das pessoas encarregadas, que parecem ter um papel importante na seleção desses posts.
A iniciativa da rede social foi destacada em uma resposta a uma carta do senador americano John Thune, diretor do Comitê de Comércio do Senado dos EUA, após uma reportagem do site de tecnologia Gizmodo que citava fontes anônimas afirmando que o Facebook escondia notícias com visões conversadoras dos Trending Topics. A empresa decidiu investigar o assunto internamente.
“Ao mesmo tempo, como seria esperado em um assunto dessa natureza, nossa investigação poderia excluir a possibilidade de ações impróprias isoladas ou um viés não intencional na implementação das nossas políticas ou diretrizes”, afirma o Facebook em sua carta para o político americano.
Antes desse comunicado, o CEO Mark Zuckerberg já tinha se pronunciado sobre o assunto. “Possuímos diretrizes rigorosas que não permitem priorizar um ponto de vista em detrimento de outro ou a supressão de perspectivas políticas.” 
A empresa planeja ter mais controle e uma visão mais geral da sua equipe de revisão, incluindo “procedimentos robustos por escala”, afirmou a rede social. A empresa também explicou que vai acabar com sua dependência em sites e veículos de notícias externos para identificar, validar ou determinar a importância dos trendings topics.
Lançado em janeiro de 2014, os Trending Topics aparecem no canto superior direito do Facebook e possuem o objetivo de ajudar os usuários a descobrirem conteúdo popular e significativo para eles. A seção funciona de forma separada do Feed de Notícias, que a rede social descreve como seu componente central e canal principal de distribuição de informações com o qual os usuários se engajam.

Fonte: IDGNOW

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright © Rádio Paraíso Fm de Quixelô |Todos Os Direitos Reservados.